8 de abr de 2012




sobre pó
registro fóssil de existência


assopre só
que o que resta não é ausência

Ó!
livre da dó
é o caminho da inocência




.

Um comentário: